22/11/2017
Ao centro, a presidente do Conselho Nacional de Justiça e Ministra Presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármem Lúcia, à sua direita, o Ministro da Saúde, Ricardo Barros e, à sua esquerda, o Conselheiro Arnaldo Hossepian. Foto: Gláucio Dettmar/ Agência CNJ

CNJ lança plataforma para subsidiar decisões com evidência médica

Dar ao magistrado fundamentos científicos para decidir se concede ou não determinado medicamento ou tratamento médico a quem aciona a Justiça é o objetivo do e-NatJus, […]
03/09/2017
Divulgação

Aumentam os gastos públicos com judicialização da saúde

Gastos com processos judiciais da União aumentaram 1.300% em sete anos. O fornecimento de medicamentos, alguns sem registro no Sistema Único de Saúde, corresponde a 80 […]
08/05/2017
altacomplexidade1

Doenças Raras: PF investiga aquisição fraudulenta de medicamento de alto custo

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (8/5) a Operação Cálice de Hígia, com o objetivo de investigar a possível aquisição fraudulenta de […]
23/04/2017
altacomplexidade2

Justiça gaúcha reduz gastos com demandas sobre saúde

O esforço para controlar ações judiciais que envolvem demandas relativas à saúde tem gerado bons resultados no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS). […]