Instituto Paulo Gontijo é credenciado no Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência

Foto: Conqueringlyme/ Reprodução
Foto: Conqueringlyme/ Reprodução

Foto: Conqueringlyme/ Reprodução

Foi publicado no Diário Oficial da União a Portaria N° , de 5 de agosto de 2016, que aceita o pedido de credenciamento para apresentação  de projetos, de 25 instituições, entre elas o Instituto Paulo Gontijo (IPG) , no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (PRONAS/PCD). Esse Programa foi implantado pelo Ministério da Saúde (Lei nº 12.715, de 17/09/2012) para incentivar ações e serviços desenvolvidos por entidades, associações e fundações privadas sem fins lucrativos no campo da oncologia e da pessoa com deficiência. Pessoas físicas e jurídicas que contribuírem com doações para projetos nessas duas áreas poderão se beneficiar de deduções fiscais no Imposto de Renda. O Instituto Paulo Gontijo foi criado após o físico e engenheiro Paulo Gontijo ter sido diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), em 1999. A entidade promove pesquisas e estudos científicos que contribuam para aumentar o nível de conhecimento a respeito da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) e desenvolver ações de sensibilização e humanização que contribuam para o melhor atendimento dos profissionais, pacientes e de suas famílias.

Confira o documento da Portaria, também disponível em: http://bit.ly/2bioMcs .
portaria643-1

portaria643-2

©Alta Complexidade Política & Saúde