FDA permite a comercialização do primeiro sistema de rastreio de recém-nascidos para detecção de distúrbios metabólicos raros

Foto: Jason Reed/ Reuters File REUTERS FILE
Foto: Jason Reed/ Reuters File REUTERS FILE

Foto: Jason Reed/ Reuters File REUTERS FILE

O Food and Drug Administration (FDA) dos EUA permitiu na última sexta (3), a comercialização do sistema de pesquisa para triagem de quatro distúrbios de depósito lisossomal (DDL) em recém-nascidos. O sistema Seeker foi concebido para detectar as doenças de Mucopolissacaridose Tipo I (MPS I), Pompe, Gaucher e Fabry. Este é o primeiro teste de triagem neonatal permitido para ser comercializado pela FDA para estes distúrbios. Os testes de rastreio auxiliam na detecção precoce, no tratamento e no controle dessas doenças em recém-nascidos, antes de ocorrer danos permanentes. O Seeker System mede o nível de atividade das proteínas necessárias para o armazenamento lisossômico saudável encontrado em amostras de sangue seco coletadas da picada do calcanhar de um recém-nascido de 24 a 48 horas após o nascimento.

© Alta Complexidade Política & Saúde 2017